3 Maneiras de acompanhar a produtividade da equipe de campo

por nov 13, 2019

O processo de medir os resultados em uma construção civil é um dos passos essenciais para o sucesso do projeto como um todo. Os índices de desempenho no decorrer da obra ㅡ e até mesmo após a sua entrega ㅡ devem ser precisos e também servir como definidores de metas, organização do fluxo de trabalho, cumprimento de prazos etc. É por isso que no ramo da construção acompanhar a produtividade da equipe do canteiro de obras é também um medidor do sucesso do empreendimento.

O mercado brasileiro é conhecido por ter níveis baixos de produtividade ㅡ e, consequentemente, custos mais altos e projetos que precisam de mais tempo para serem concluídos. Melhorar esses índices garantem maior eficiência. Porém, antes de isso ser feito, é preciso avaliar as metodologias utilizadas para verificar a produtividade da obra e o que pode ser aprimorado.

A tecnologia é aliada de todas as etapas que serão citadas ㅡ e, em alguns casos, essencial. É através dela que o acompanhamento da obra fica mais simples e democrático, agilizando os processos e concentrando na palma da mão as informações necessárias através de softwares especializados.

Confira três maneiras de acompanhar a sua equipe de campo e o trabalho que ela está fazendo

Diário de obras

O diário de obras é um relatório obrigatório em todos os canteiros de construção civil. O intuito é realizar toda a documentação de informações sobre o dia a dia dos serviços no empreendimento, funcionando como um tipo de memória física do projeto. Tarefas realizadas, quantidade de material usado para cada etapa, número de colaboradores que atuaram em cada parte, condições climáticas e ocorrências pontuais são algumas coisas que devem ser relatadas fielmente. 

Este relatório deve ser feito com periodicidade. É através dele que é medido o desempenho de cada funcionário e o gestor pode acompanhar de perto a produtividade individual e coletiva de toda a equipe de campo.

Pela grande quantidade de informações necessárias no preenchimento do diário de obras, realizar isso via manual se torna cansativo e toma um grande tempo da carga horária do colaborador.

Esse preenchimento manual, além de ser lento, é mais suscetível a erros por ser feito via manuscrita, o que pode dificultar a leitura e angariar informações incorretas sobre o processo da obra.

O diário de obras auxilia neste caso o controle dos parâmetros e a evolução do trabalho, tornando possível uma melhor avaliação da relação entre o trabalho realizado pela equipe, os recursos oferecidos e os utilizados para a realização das tarefas.

Quando o diário de obras é feito por meio de um software de gestão, a coleta e o compartilhamento das informações ocorre diariamente, ou melhor, instantaneamente.

As ações realizadas, as que ainda precisam ser finalizadas e o tempo levado para a conclusão de cada uma das tarefas garante uma visão mais ampla e, portanto, a constatação do que precisa de um apoio maior para serem finalizadas no tempo certo ㅡ ou até mesmo com antecedência.

Tudo isso deve contribuir para reduzir as dúvidas técnicas que podem recair sobre a obra e também ajudar eventuais trabalhos estatísticos.

Esse tempo que era destinado ao diário de obras se converte em produtividade por dar mais tempo aos colaboradores para realizarem os serviços necessários para a conclusão da obra.

Para que esse acompanhamento por meio da tecnologia funcione da melhor maneira possível é necessário que as informações estejam disponíveis a todo o momento ㅡ e é a computação em nuvem que torna isso possível. É possível que o gestor tenha facilidade em acompanhar o decorrer da obra mesmo de fora do escritório.

Tempo, fatores externos e gráficos

Mão de obra faltante, materiais com entrega atrasada e equipamentos estragados impactam em quanto tempo a obra demora para ficar pronta. O fator mais claro para acompanhar a capacidade de produção de uma obra é o tempo que cada tarefa leva para ser concluída: quanto trabalho foi feitos, por quantas pessoas e quanto tempo levou.

Sempre que um projeto estiver demorando mais do que o suficiente para ser concluído, uma investigação deve ser feita para entender o motivo para isso estar acontecendo. 

Ver como a equipe de campo se porta em diferentes climas também é uma ótima maneira de fazer uma análise mais detalhada da produtividade, seja em dias de sol ou chuva. Esses dados tornam possível identificar pontos fortes e fracos da empresa para planejar ações que melhorem o desempenho ao longo do tempo. 

Uma maneira eficiente de acompanhar a produtividade tanto da equipe de campo como da obra é visualmente, através da elaboração de gráficos e planilhas feitos a partir de uma rotina diária e mostrando as atividades internas e externas do canteiro de obras, a níveis macro e micro, para que seja possível fazer a identificação dos pontos de melhoria.

Indicadores de desempenho

A adoção de métricas como os KPIs (key performance indicator ㅡ ou indicadores-chave de performance, em português) lida com os dados e os transforma em informações relevantes sobre a produtividade dos colaboradores. São basicamente indicadores de performance dos profissionais que estão atuando na obra.

Na gestão de pessoas os KPIs proporcionam o acompanhamento do cumprimento de metas e o progresso na realização de tarefas, por exemplo, indicando o que pode ser melhorado ou descartado. 

A vantagem é a apresentação de resultados padronizados, o que permite a comparação com o resto do mercado ou internamente ㅡ por período de tempo.

Os indicadores-chave das performances contam com a média de atendimento por equipe dentro de um determinado período de tempo; o tempo médio de atendimento e deslocamento; o gasto de materiais e recursos; ociosidade das equipes e o cumprimento de metas e prazos. 

As informações coletadas garantem que o supervisor entenda quais equipes precisam de mais atenção. É uma forma muito eficiente de acompanhar a produtividade para poder, também, adequar o trabalho dos colaboradores se for necessário.

 

Medir a produtividade de uma obra, seja ela de pequeno ou grande porte, não é uma tarefa fácil. Por esse motivo existem softwares especializados nesta função, além da combinação de diversos fatores para chegar a uma resposta satisfatória ㅡ como visto nos tópicos anteriores.  

Eficiência é o que se almeja quando há essa busca pelo acompanhamento da produtividade dos colaboradores, para que haja um melhoramento no cumprimento de prazos e na qualidade do trabalho individual e coletivo.

Helena Sbrissia

Helena Sbrissia

Redator